Iniciada em 2012, a Campanha Novembro Azul, idealizada pelo Instituto Lado a Lado Pela Vida.

Com o intuito de informar e conscientizar os homens a cuidarem da sua saúde, principalmente na prevenção contra o câncer de próstata, a campanha está ganhando força e mais adesão dos brasileiros.

Esta é uma data determinante no Brasil e no mundo, pois infelizmente os homens vão ao médico com pouca frequência.

Este hábito é prejudicial para a saúde, especialmente para um possível tratamento precoce de doenças como o câncer de próstata.

 

A importância da Campanha Novembro Azul

 

 

O Novembro Azul é uma data importante, pois procura conscientizar o maior número de homens sobre o câncer de próstata, principal alvo da Campanha.

 

É a segunda doença mais comum entre os homens, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA). Quando diagnosticado precocemente, as chances de cura deste tipo de câncer aumentam para 90%.

 

O grande desafio é que ainda há muito preconceito por parte dos homens quanto a realização de exames preventivos. Essa discriminação atrapalha o combate contra o câncer de próstata, por isso o Novembro Azul é fundamental!

 

Como o objetivo é informar, vamos saber um pouco mais sobre a doença?

O Câncer de Próstata

 

 

Mas afinal, o que é a próstata?

 

Campanha Novembro Azul

 

Ela é uma glândula do sistema reprodutor masculino, localizada abaixo da bexiga e que tem como função, em conjunto com as vesículas seminais, produzir o esperma.

 

Esse tipo de câncer é muito silencioso, fazendo com que alguns pacientes não tenham nenhum tipo de sintoma.

 

Em sua fase avançada, ele pode provocar desde problemas urinários ou até mesmo casos mais graves como insuficiência renal ou infecção generalizada.

Assim como outros tumores, esse também pode crescer e se espalhar para outros órgãos, levando até mesmo à morte.

O recomendado é que todo homem realize exames preventivos com o seu urologista anualmente, a partir dos 50 anos.

Quando a doença está no histórico familiar, a prevenção deve começar com antecedência, aos 45 anos.

 

Os exames são: dosagem sérica do PSA e exame de toque retal.