Fazer café na máquina de café expresso. O café Expresso não é um grão diferente, ele é feito com os mesmos grãos que o café tradicional.

O que difere em gosto e aroma é o método de prepará-lo: ele é feito através da passagem de água quente (não fervendo) sob alta pressão pelo grão moído.

Para isso, ele precisa ser feito em máquinas específicas que aumentam a pressão dessa passagem para até dez atmosferas ou bars.

Esse processo leva a uma bebida de mais qualidade e sabor acentuado, pois o grão moído é aproveitado em toda sua essência e o líquido fica com muito mais consistência do que o café coado.

Isso ocorre porque a alta pressão leva a uma quantidade maior de sólidos dissolvidos por volume e então temos um café altamente encorpado.

 

O Café Expresso tem mais cafeína?

 

Em geral, um copo médio de café coado vai ter mais cafeína do que uma xícara de café expresso, mas é importante ter em mente que parte disso tem a ver com a quantidade.

O café expresso tem realmente uma concentração mais elevada da cafeína por onça (30 gramas).

O teor de cafeína na sua xícara vai depender de alguns fatores: a quantidade de água utilizada, o tempo que esta fica em contato com o café e o tipo de pó.

Grãos moídos mais fino, mais tempo de contato e mais água resultam em mais cafeína.

O que acontece com o café expresso é que o seu pó, apesar de mais fino que o do café comum, recebe bem menos água e tem bem menos contato com ela que na preparação do café coado.

O café expresso tem esse nome porque é preparado sob pressão, e não porque é feito rapidamete. Em italiano, se escreve “espresso”.

 

 

Como fazer café na máquina de café expresso

 

Como fazer café na máquina de café expresso

 

  1. Procure sempre por cafés de boa qualidade, especiais ou gourmet 100% arábica, de preferência em grãos e com a data da torra recente, pois um excelente método de preparo não consegue transformar um café de baixa qualidade em uma boa bebida.
  2. O tempo de extração do expresso deve estar entre 25 a 35 segundos, sendo 30 segundos o tempo ideal para obtenção de um bom café. Isso vale para a extração de 50ml da bebida.
  3. As xícaras devem ser pré-aquecidas, de preferência de porcelana com o fundo arredondado, para preservar o creme da bebida.
  4. A moagem do café deve ser média, e sua compressão deve ser feita de maneira adequada.
  5. Em geral, utiliza-se 7 gramas de café para 50ml da bebida em um espresso normal, ou 30ml em um espresso curto.
  6. O aroma do café expresso pode ter diferentes nuances. Pode ser de amêndoas, caramelo, chocolate, frutas, nozes. Vai depender muito da qualidade e variedade do café que utilizar, bem como os padrões de torra do café.
  7. O creme do expresso deve ser espesso, persistente e de cor avelã, e serve como parâmetro para a degustação da bebida. É o creme que preserva a temperatura e o aroma do café na xícara.
  8. O sabor do café expresso deve ser harmonioso, com equilíbrio entre doçura, amargor e a acidez natural do café.
  9. O corpo do expresso de boa qualidade geralmente é marcante, mas depende muito do gosto da pessoa, que pode optar por cafés mais suaves ou aqueles mais encorpados e fortes.
  10. O sabor residual, ou retrogosto do expresso, aquele sabor que fica na boca após a degustação, deve ser adocicado, de suave a intenso, com sabores que podem ser caramelo, chocolate, avelã, melado de cana, entre outros, contrastando com um leve amargor equilibrado do café.
  11. Beber um copo de água mineral (com ou sem gás), antes de apreciar o café expresso é ótimo para limpar suas papilas gustativas, melhorando a capacidade de perceber os sabores contidos na bebida.

 

Após o preparo do café, é importante limpar muito bem a máquina.

 

Libere água para limpar aonde o porta filtro é encaixado e passe um pano limpo.

 

Você também pode utilizar uma escova de dente nova para limpar os cantinhos mais difíceis de serem alcançados.

 

Visite nossa loja

Visite nosso Blog

Siga nossa página no facebook

Siga nosso grupo Eu Adoro Café

Envie sua receita!

 

Café Expresso Ouro Negro

 

Veja também!